Aconcágua: vai começar o maior desafio de Jaime Vilaseca
Texto: Rafael Duarte
8 de janeiro de 2014 - 15:30
 
 
 
  • Foto: Divulgação
    Jaime Vilaseca treinando na Suíça. Foto: Divulgação
  • Foto: Divulgação
    ESQUERDA: Treino na Suíça. DIREITA: Treino em Mendoza, com a irmã Manu. Foto: Divulgação
  • Foto: Jaime Vilaseca
    Jaime Vilaseca em Plaza de Mulas, Aconcágua. Foto: Jaime Vilaseca
  • Foto: Jaime Vilaseca
    Dia 21.01.14 - Um prognóstico climático do Snow Forecast Foto: Jaime Vilaseca
  • Foto: Jaime Vilaseca
    Jaime Vilaseca no Aconcágua. Foto: Jaime Vilaseca
  • Foto: Jaime Vilaseca
    Jaime Vilaseca no Aconcágua. Foto: Jaime Vilaseca
  • Foto: Jaime Vilaseca
    Jaime Vilaseca no Aconcágua. Foto: Jaime Vilaseca
1 7

Jaime Vilaseca treinando na Suíça. Foto: Divulgação

todas as imagens
Post: 23.01.2014 - 7h15

Tempestade chega e grupo é obrigado a interromper a ascensão

Remanescentes de um grupo de 12, Jaime e Manu Vilaseca - juntamente com três alpinistas e dois guias - foram obrigados a interromper a ascensão do Aconcágua nesta quarta-feira, 22 de janeiro. Os sete montaram acampamento a 5.600m para passar a noite de terça para quarta, a mais sofrida da expedição, com ventos fortes e temperaturas baixíssimas. Eles então desceram durante toda a jornada de quarta e passam bem. Alguns dos que deixaram o grupo anteriormente tiveram algumas complicações médicas causadas pela altitude.

Exaustos, os sete do grupo que desceu nesta quarta já se encontram em segurança e passaram a noite já em Mendoza. Do Acampamento Base, Jaime fez estes vídeos que postamos aqui e agradeceu o apoio de todos que ficaram na torcida. “Foi muito duro. Passamos uma noite terrível lá em cima. O tempo fechou e realmente não deu para continuar subindo. Estou feliz por ter vivido esta experiência maravilhosa e agradeço o carinho de todos que torceram por nós”, relatou Jaime, volta ao Brasil neste fim de semana e irá produzir um relato desta aventura para dividimos com vocês por aqui.

Post: 21.01.2014 - 18h51

Expectativa para o ataque ao cume

Conseguimos mais informações de Jaime e Manu, que estão bem a 1.460 do topo do Hemisfério Sul. Eles estão em um acampamento a 5.500m de altitude, aonde aguardam o mau tempo passar. Devido às más condições climáticas desta manhã, parte dos integrantes optaram por abortar a ascensão do Aconcágua e já começaram a descer. Os ventos fortes do cume, somados à neve que caiu na última noite, impossibilitaram o plano original do grupo de atacar nesta manhã. Jaime e Manu optaram por ficar mais um dia para uma tentativa - juntamente com outros três alpinistas e dois guias. A boa notícia é que aparentemente o tempo melhorou nesta tarde de terça-feira na montanha e deverá haver uma janela nas próximas 24h. A torcida por aqui segue firme para que tudo dê certo e a equipe fique em segurança. Em breve mais novidades por aqui.

Post: 18.01.2014 - 15h00

Jaime é aprovado em exames e seguirá rumo ao cume
O miramundo Jaime Vilaseca deu notícias do acampamento base do Aconcágua. Ele e Manu estão bem no Plaza de Mulas (4.260m). O grupo de doze pessoas foi submetido a exames médicos para aferir as condições físicas de cada alpinista em resposta à altitude. Jaime e Manu foram aprovados. Alguns de seus companheiros, que não conseguiram se aclimatar tão bem, deverão deixar os demais e interromper a expedição. De acordo com Jaime, tem sido um desafio bem duro, mas que o lugar é um dos mais lindos que já viu. Terça-feira é o dia previsto para a tentativa de ataque ao cume. Ficaremos na torcida para que tudo corra bem com Jaime, Manu e todo o grupo e que o clima ajude a todos.

Post: 08.01.2014 - 15h30

Nesta quinta-feira (09/01), o miramundo Jaime Portas Vilaseca vai se encontrar em Mendoza com o grupo que deverá presenciar o desafio mais difícil da sua vida: a ascensão do Aconcágua (6.962m), na Argentina. Faz parte deste grupo uma pessoa muito especial que também o acompanhará rumo ao topo do Hemisfério Sul: a multiesportista Manu Vilaseca, atleta e irmã de Jaime.

Na sexta-feira, dia 10 de janeiro, eles começam a expedição prevista para durar 17 dias. Entre eles, seis de aclimatação no meio do percurso.

Sobre a preparação que durou seis meses, Jaime revela a preocupação em estar pronto fisicamente para superar as adversidades da alta montanha. “Minha preparação foi feita com exercícios de fortalecimento na academia, treinos de corrida em trilha, caminhadas com mochila pesada e agora no fim pude ter a experiência de fazer trekking no gelo e snowbording atingindo quase 4 mil metros de altitude”, explica.

Apesar de nunca ter subido uma montanha tão alta como o Aconcágua, um dos Seven Summits, Jaime sempre foi apaixonado por elas. “Tive esse sonho de tentar acessão ao Aconcágua com minha irmã há tempo atrás e resolvemos unir nossa vontade e tentar realizar esse grande desafio juntos e aqui estamos. As regras aqui são totalmente diferentes. É um ambiente que não estou muito acostumado, portanto terei que lidar com sensações, emoções e desafios. Testando meu corpo de uma forma que nunca fiz antes. Aclimatação, clima e cabeça serão importantes para sucesso dessa expedição”, revelou o miramundo.

Nós vamos ficar aqui acompanhando a expedição do Jaime atentos para notícias dele, que tem a previsão de atacar o cume no dia 21 deste mês. Em relação às suas expectativas pessoais, ele diz que espera voltar diferente, como sempre procura em todas as aventuras que faz. “Tenho muito que aprender com essa montanha e estou aqui para isso. Crescer como ser humano e valorizar ainda mais a beleza desse lugar que deve ser mágico”, disse o multiesportista que adora o aprendizado que o contato com a natureza e o isolamento trazem.

Vão com tudo, Jaime e Manu! Estaremos na torcida aqui e viajaremos com vocês nos pensamentos durante esta aventura. Buen camino, amigos.