Grandes Viagens
da redação: Elias Luiz
16 de setembro de 2012 - 15:30
 
comentários    
 
  • Foto: Elias Luiz
    Chegou aqui na redação do Extremos o livro "Grades Viagens" da Lonely Planet publicado pelo Editora Globo. Já está a venda nas melhores livrarias. Foto: Elias Luiz
  • Foto: Landsat 7, em 22/9/2002
    Foto do interior do livro, as matérias são divididas em "Por Terra, De Trem, Exploradores e Conquistadores, Rios e Mares, Antigas Rotas Comerciais, Jornadas Literárias, Na Estrada e Caminhadas e Peregrinações." " Foto: Elias Luiz
  • Foto: Landsat 7, em 25/5/2003
    Rota da Seda " Foto: Elias Luiz
  • Foto: Landsat 5, em 8/4/1985
    Belas imagens e muita informações dos principais roteiros pelo mundo " Foto: Elias Luiz
  • Foto: Landsat 5, em 5/8/2006
    Este é um livro que vale a pena ter em sua biblioteca pessoal." Foto: Elias Luiz
1 5

Chegou aqui na redação do Extremos o livro "Grades Viagens" da Lonely Planet publicado pelo Editora Globo. Já está a venda nas melhores livrarias. Foto: Elias Luiz

todas as imagens
 

Jornadas incríveis realizadas por figuras como Vasco da Gama em busca das Índias, ou Alexandre, o Grande, para construir seu império, a atribulada volta para a ilha de Ítaca feita por Odisseu na obra de Homero, as disparidades sociais vivenciadas por Che Guevara em sua jornada de motocicleta pela América Latina, e tantas outras expedições de desbravadores famosos, anônimos, reais ou fictícios que marcaram a história de toda a humanidade. Grandes Viagens, lançamento da Globo Livros, convida ao desbravamento dessas rotas, das mais conhecidas até algumas pouco percorridas. Ilustrado com belas fotos que mostram a vida em diversos pontos do planeta, a publicação sugere ao leitor destinos clássicos, muitos deles inspirados em jornadas que marcaram o mundo num tempo em que ainda era um grande horizonte desconhecido (algumas rotas comerciais citadas datam de 200 a.C.).

O livro é dividido em sete capítulos: Por Terra, De Trem, Exploradores e Conquistadores, Rios e Mares, Antigas Rotas Comerciais, Jornadas Literárias, Na Estrada e Caminhadas e Peregrinações. Em cada roteiro, o leitor recebe informações sobre o comprimento total do percurso, os países visitados ao longo da viagem, a duração ideal para explorá-la, a melhor época do ano para o passeio, além das condições atuais da rota. O viajante pode, inclusive, aproveitar as dicas de filmes e livros que a publicação traz em cada capítulo para embarcar ainda mais na viagem.
Com essas informações o leitor é convidado, por exemplo, a percorrer a Rota Maia e descobrir o legado deixado por esta próspera civilização no México, em Belize e na Guatemala. A viagem que originou a própria Lonely Planet também está no livro, a Trilha Hippie, muito procurada por quem, nos anos 1970, buscava sexo, drogas, gurus e aventura saindo da Inglaterra até chegar à Índia – assim como fizeram Tony e Maureen Wheeler antes de criar a marca.

Entre os trens célebres, um convite para desfrutar da vista do Expresso das Geleiras, na Suíça, num dos mais belos trajetos ferroviários do mundo, ou para cruzar a Europa no Expresso do Oriente, além da ferrovia Transiberiana, pelas geladas latitudes da Rússia. Há ainda o luxuoso Pride of Africa, que leva os mais requintados viajantes da África do Sul à Tanzânia com tratamento cinco estrelas e o menos convencional Eastern & Oriental Express, que avista, de suas janelas, incríveis paisagens do sudeste asiático entre a Malásia e a Tailândia.

Nas rotas de desbravadores, é possível sair do comum seguindo a trilha de Abu Abdullah Muhammad Ibn Battuta, conhecido como o “Marco Polo islâmico”. Durante três décadas ele viajou, saindo do Marrocos (sua terra natal) em direção a Meca, para depois partir para o Egito, cruzar o Mar Vermelho e conhecer Iraque, Pérsia e depois adentrar a Somália até chegar ao Golfo de Aden, no Chifre da África.

Opções para dar a volta ao mundo também são citadas no livro, que inclui as rotas de Fernão de Magalhães (a primeira circum-navegação mundial) e até mesmo a viagem planejada por Amelia Earhart, que sonhava ser a primeira mulher a voar ao redor de todo o globo – até desaparecer sem deixar rastros em um voo derradeiro.

Rios e Mares também são fontes de inspiração para aventuras memoráveis, como viajar no tempo cruzando o Nilo, atravessar os 2.500 km do sagrado Ganges, na Índia e também passar uma semana no maior rio do mundo, percorrendo o trecho do Amazonas entre Manaus e Belém. Quem prefere experiências mais longas pode percorrer a lendária Rota de Marco Polo, indo da Itália à China, ou os 8 mil km da Rota da Seda, cruzando o Quirguistão, Uzbequistão, Turcomenistão e o Irã.
“A volta ao mundo em 80 dias”, de Julio Verne, também faz parte do roteiro de Grandes Viagens. A seção Jornadas literárias ainda convida a conhecer os Estados Unidos de Tom Sawyer e o Rio Congo segundo O coração das trevas, de Joseph Stevenson. Sem falar nas emblemáticas rodovias da seção Na Estrada, como a Rota 66, a “mãe” de todas as road trips, o traçado original do Rali Dakar, perpassando o deserto do Saara, e a imensa Rodovia Pan Americana, para uma viagem com origem no Alaska e chegada em Buenos Aires, Argentina.

Outros títulos da Lonely Planet publicados pela Globo Livros
• Lonely Planet Amsterdã
• Lonely Planet Argentina
• Lonely Planet Barcelona
• Lonely Planet Berlim
• Lonely Planet Buenos Aires
• Lonely Planet Croácia
• Lonely Planet Cuba
• Lonely Planet Espanha
• Lonely Planet Florença e Toscana
• Lonely Planet França
• Lonely Planet Istambul
• Lonely Planet Londres
• Lonely Planet Miamy e Keys
• Lonely Planet Nova York
• Lonely Planet Paris
• Lonely Planet Praga
• Lonely Planet Roma