Extremos
 
Fatima Williamson escala o Carstensz e agora resta apenas o Everest
 
da Redação: Elias Luiz
3 de novembro de 2014 - 10:18
 
 
Fatima Williamson no cume do Carstensz, a maior montanha da Oceânia. Foto: Divulgação
 
 
 

Ela tem 52 anos, nasceu em Brasília e vive atualmente em Toronto, no Canadá. Há dois anos começou o seu interesse pelo montanhismo e o seu desejo era se tornar a primeira brasileira a completar os 7 Cumes, mas essa meta foi alcançada pela Ana Elisa Boscarioli, que no dia 24 de maio de 2014 chegou ao cume do McKinley e se tornou a primeira mulher brasileira a completar os 7 Cumes, além de ter sido a primeira brasileira a escalar o Everest em 2006.

Em 2013 Fatima escalou o Aconcágua, Elbrus, Vinson e o Kilimanjaro, neste ano tentou escalar o Everest, mas devido a avalanche que matou 16 Sherpas, na maior tragédia do Everest, a expedição foi cancelada. Mas os planos seguiram, em julho ela escalou a maior montanha da América do Norte, o McKinley, e na semana passada chegou ao cume da Pirâmide Carstensz, a maior montanha da Oceania.

"O Carstensz é a escalada mais técnica dos Sete Cumes. No dia de Cume enfrentamos uma escalada de 8 horas em nível de 5,9 grau. A descida leva algumas horas e é feita através de rapéis durante todo o caminho até o acampamento base. Essa viagem a Indonésia talvez tenha sido a maior aventura que já fiz. Toda a viagem para se chegar ao Carstensz torna a experiência muito desafiadora. Um lugar incrível, belas paisagens e comida deliciosa que eu dividia com uma equipe incrível. Mesmo com os comprimidos contra malária e jet lag de 12 horas, tive momentos incríveis!"_ Fatima Williamson, direto da Indonésia
Agora só resta o Everest para comletar os 7 Cumes, montanha que ela voltará para escalar em abril e maio de 2015, e como sempre, você acompanhará toda a cobertura online no Extremos.
Parabéns a Fatima Williamson por mais uma conquista!