Extremos
 
Everest, inglêsa morre no vilarejo de Khumjung
 
da Redação: Elias Luiz
7 de outubro de 2014 - 9:30
 
 
O vilarejo de Khumjung, a 3.970 metros de altitude, onde há uma escola fundada pelo famoso montanhista Sir Edmund Hillary em 1961.
(Foto: Elias Luiz / 2010)
 

Katmandu, Nepal - Uma mulher britânica de 49 anos morreu em um lodge no vale Khumbu, ao retornar de uma caminhada ao Acampamento Base do Everest. A tragédia ocorreu na aldeia de Khumjung, a 3.970 metros de altitude.

De acordo com informações da imprensa local, a mulher conseguiu chegar ao acampamento base com sua filha. As duas estavam voltando para o vale quando a mãe sentiu dificuldade em respirar. E por isso elas decidiram parar para descansar. Khumjung é uma aldeia no vale do Khumbu, que está localizado perto de Namche Bazaar, na saída da rota mais frequentada por turistas para escalar o Everest.

A hipótese é de que a morte ocorreu devido ao mal de altitude (leia o artigo da Lisete Florensano), mas a causa exata será determinada por um exame de autópsia, que será realizada nos próximos dias, o corpo da inglesa já transferido de helicóptero para Kathmandu.

As melhores temporadas de trekking ao Acampamento Base do Everest é no Outono (setembro, outubro e novembro) e na Primavera (março, abril e maio), sendo essa também a melhor temporada para escalar o Everest.