Extremos
 
COLUNISTA JUS PRADO
 
Curiosidades e aventuras pela Suíça
 
Texto: Jus Prado
4 de agosto de 2014 - 8:55
 
  • Foto: Jus Prado
    Whitepod - camping de luxo, verão e inverno, com trilhas e pista de esqui próximo à Montreaux. Foto: Jus Prado
  • Foto: Jus Prado
    Lago Léman - rico em atividades aquáticas." Foto: Jus Prado
  • Foto: Jus Prado
    Leukerbad - esqui resort." Foto: Jus Prado
  • Foto: Jus Prado
    Evento com o Glocals - mais de 20 ciclistas aproveitando um dos ultimos dias antes do outono." Foto: Jus Prado
  • Foto: Jus Prado
    [esquerda] Ciclovias em abundância - [direita] Bisse du Ro em Valais (foto Georges Bachmann)." Foto: Jus Prado
1 5

Whitepod - camping de luxo, verão e inverno, com trilhas e pista de esqui próximo à Montreaux. Foto: Jus Prado

todas as imagens
 
Jus Prado

Dia 1º de agosto é festa nacional da Suíça, esta data é comemorada desde 1891 e refere-se a uma aliança histórica concluída em 1291 pelos três cantões de Uri, Schwyz e Unterwalden, três comunidades antigas as quais se tornaram o foco em torno do qual a Suíça de hoje foi construído ao longo dos séculos.
Encravada no meio da Europa ocidental estabelece sua fronteira com: Alemanha, França, Itália, Áustria e um micro país que descobri agora chamado Lieschtenstein (fiquei curiosa para ir visitar!).

Geograficamente os Alpes ocupam a maior parte do território suíço, porém, a população de aproximadamente 8 milhões de habitantes concentra-se principalmente no planalto onde estão as maiores cidades, entre elas Zurique e Genebra.

Nominado o país mais caro do mundo pelo ICP (International Comparison Program), a Suíça definitivamente não é o lugar certo para economizar, portanto é importante fazer um planejamento financeiro antes de decidir passar um tempo por lá. Só para lembrar: a moeda oficial é o franco suíço, porém o euro é aceito em muitos casos, mas mesmo assim é sempre bom ter a moeda local.

Bom, como estou mais próxima de Genebra vou escrever mais sobre esta região e os arredores do lago Léman os quais, por enquanto, tive mais chance de explorar.

Primeira dica se você pensa em passar mais tempo pela Suíça é conhecer o Glocals - www.glocals.com - o glocals foi criado para reunir a multietnicidade dos habitantes locais, internacionais e expatriados e é voltado para integrar as pessoas em atividades por todos os cantos da Suíça. Como em outros sites do tipo, cria-se um perfil e você tem acesso a informações como agenda de eventos, ofertas e procuras diversas, grupos para todos os tipos de esportes e hobbies e muito mais.

Falando em esporte, no verão, as opções de atividades náuticas são muitas para aproveitar o segundo maior lago da Europa ocidental e nos dias de vento forte o windsurf faz sucesso. Para quem prefere montanha, tem duas principais que estão próximas de Genebra: Jura e Salève que cruzam a fronteira com a França e oferecem muitas trilhas, alguns pontos de escalada, parapente, mountain bike e corrida de montanha.

De carro, bike ou trem é possível explorar outras vilas em torno do lago Léman como Versoix, Nyon, Lausanne, Montreaux entre outras. O que mais gosto por aqui são as ciclovias presentes na maioria de qualquer percurso e a facilidade em viajar com a bike nos trens, particularmente, o melhor esquema! E quem entende bem desse assunto e de roteiros para cicloviagem é o Ale Rizzo que conheci quando me mudei para estes lados: www.alerizzo.com

Outra coisa muito interessante que só ouvi falar por aqui são os bisses – canais de irrigação – presentes na região de Valais. Ainda restam cerca de 200 destas construções de madeira feitas à mão da montanha ao vale que serviam para irrigar os pastos durante o século 14. Hoje, é possível andar ao lado dos canais no verão, alguns deles com passagens vertiginosas, e se surpreender com a arquitetura deste trabalho artesanal e arriscado, um dos maiores canais tem cerca de 2mil km. www.les-bisses-du-valais.ch

No inverno: esqui, snowboard e cia. Há diversas estações/ resorts de esqui das mais luxuosas às mais simples, porém não menos caras. Zermatt e Verbier são as mais populares, mas a variedade é mesmo grande e os preços também, rs. No entanto, as estruturas são top.

Uma última dica para quem gosta de viajar, viver novas experiências e curtir as montanhas é trabalhar nos refúgios de montanha como guardião/ guardiã. Na Suíça, os refúgios são chamados de cabane e todo ano tem ofertas de trabalhos sazonais: www.cabanes-suisses.ch/cabane-et-jobs/emplois-en-cabane/
Esta é a dica da semana, espero que gostem!


Até a próxima,
Bons ventos,
Jus
www.lotusviajante.com


Fontes:
- www.myswitzerland.com
- www.viajarpelomundo.com/2012/01/um-mini-pais-chamado-liechtenstein.html